Palumboismo – O que é e como evitar? palumboismo - Palumboismo O que    e como evitar - Palumboismo – O que é e como evitar?

Palumboismo – O que é e como evitar?

Print Friendly, PDF & Email palumboismo - printfriendly pdf email button md - Palumboismo – O que é e como evitar?
Palumboismo – O que é e como evitar?
5 (100%) 1 voto

Palumboismo é usado para os atletas que, conforme os anos passam, eles acabam desenvolvendo o aumento na dilatação do abdômen depois de um longo tempo, e de usar excessivamente os esteróides, GH e insulina.

O que é palumboismo?

E este termo, palumboismo, é relacionado frequentemente a forma com que ocorre a distribuição da gordura corporal, chamada lipodistrofia.

O nome palumboismo vem de um ex-atleta, Dave Palumbo, que em seu auge, conseguiu se manter firme lado a lado com estrelas como o próprio Dennis James na década de 1990, pela NPC.

Anos depois de sua primeira aparição, Dave Palumbo, entrou com o seu abdômen dilatado ao extremo em um campeonato da NPC. Por isso o nome palumboismo.

Dave Palumbo - Palumboismo - abdomem dilatado.jpg palumboismo - Dave Palumbo Palumboismo abdomem dilatado - Palumboismo – O que é e como evitar?

Acredita-se que mesmo além dos EAs, os exercícios com cargas mais altas, que necessitam de muita contração abdominal, como levantamento, agachamento, acabou favorecendo a distrofia do abdômen e a sua dilatação.

Greg Kovacs, outro atleta famoso com este mesmo problema, mesmo nunca ter conseguido um físico muito bonito, conseguiu que seu peso chegasse a 185kg, e ele era bem grande.

Com o decorrer dos anos, ele foi desenvolvendo o palumboismo, e seu shape ficou horrível.

Outra anomalia que pode-se observar no palumboismo, é que os membros atrofiam, das pernas e dos braços.

A teoria mais compreensível, tem relação com a doença, lipodistrofia. O atleta que tem palumboismo, acaba ficando com aquele físico famoso de uma tartaruga ninja, e sua barriga parece realmente um casco de tartaruga, e seus membros ficam finos e atrofiados.

A IFBB ( Federação Internacional de Fisiculturismo & Fitness ), retira pontos dos atletas que possui palumboismo.

Arnold Schwarzenegger comentou no Mr. Olympia e há quem ache que foi até crítico em relação aos FISICULTURISTAs dos dias de hoje. Ele salientou que este esporte premiava as pessoas erradas, e também que a estética já não era mais o objetivo.

Ao invés disso, alguns FISICULTURISTAs mais modernos, exibem barrigas bem grandes, e não tem a forma V, das lendas como o Frank Zane e Arnie.

Isso é uma coisa que os fãs de fisiculturismo conhecem muito bem. Olhe os nomes dos grandes FISICULTURISTAs e vai perceber a dificuldade que eles têm ao fazer a pose de stomach vacuum ( que é o vácuo do estômago ).

A maior parte deles têm uma distensão no abdômen tão grande, que parece até que se entupiram de tortas. O que não tem sentido, pois o percentual de gordura de cada um deles é baixíssimo.

Esta forma é conhecida como roid gut ou steroid gut, que quer dizer barriga de esteróide, literalmente.

¨ Curiosidade: Em uma entrevista, Arnold Schwarzenegger, ficou incomodado pelos juízes não darem o título a Cedric Mcmillan, que em questão de estética, possui o melhor físico da atualidade, e não tem palumboismo. ¨

Palumboísmo

A riod gut é conhecida basicamente como palumboismo, e até tem relação com qualquer esteróide.

Os esteróides têm pouca relação com isso, a melhor descrição do palumboismo, é pelos outros nomes que possui, como barriga de GH.

Isso por causa do hormônio do crescimento e da insulina, que são os grandes responsáveis por todo aquele visual.

Ingerir uma quantidade pequena do GH, não o fará ver uma grande mudança no abdômen. Mas se você usar bastante os suplementos e ingeri-los em quantidades bem grandes, estará mais predisposto a perceber a sua barriga aumentar o tamanho.

O Papel do GH (Hormônio do crescimento)

O GH é conhecido como o hormônio do crescimento por um bom motivo. Não são apenas os músculos que acabam se desenvolvendo com ele, o GH leva ao crescimento interno do abdome e também do peito. Este termo é conhecido como um desenvolvimento visceral.

Isso pode piorar, e levar a ocorrer alterações nas feições do rosto, como na testa, no nariz e no queixo. Além disso, pode ocorrer de suas mãos e pés crescerem também.

Ao atingir certa idade, as extremidades dos ossos se fecham, em um ponto conhecido como placa do crescimento ( placa epifisária ).

Isso impede de crescerem ainda mais. Nada comparado acontece no abdome, no rosto, então pode ocorrer deles continuarem crescendo.

O Papel da Insulina

A insulina pode ser um problema. Ela é bastante popular entre os FISICULTURISTAs, por ser substância altamente anabólica.

Ela faz o corpo extrair a gordura, o açúcar, proteínas do sangue e nutrientes, e usa isso para auxiliar no desenvolvimento do músculo. Infelizmente, ela aumenta a retenção dos líquidos e armazena gordura.

Quando o hormônio do crescimento aumenta o tamanho dos seus órgãos internos e do seu cólon, você percebe um inchaço na área abdominal.

Isso causa a má aparência, e é bastante perigoso, pois as costelas não acomodam os órgãos aumentados e não crescem.

Logo, a melhor maneira para evitar o palumboismo, é se manter distante do hormônio do crescimento e da insulina também.

Caso precise do hormônio, use com moderação.

Dicas para evitar o palumboismo

Só é possível eliminar a gordura localizada, se você conseguir aliar exercícios físicos com uma reeducação alimentar.

Logo abaixo veremos uma pequena lista com dicas para combater este desconforto:

  • Mastigue os alimentos

Esta é a melhor forma de evitar que seu estômago dilate, e por consequência, o inchaço que ocorre na barriga. Mastigue bem devagar, assim o seu cérebro vai registrar de forma mais rápida a sensação da saciedade, e assim, você consegue comer menos.

  • Inclua a salada nas principais refeições

Suas refeições principais devem conter porções generosas de uma salada bem colorida e crua, sem aqueles molhos gordurosos ou os ingrediente calóricos. O ideal é você ingerir uma porção leve de carboidrato e de proteína. Ao combinar estas substâncias, o organismo digere bem melhor, e isso evita o inchaço no estômago.

  • As bebidas

Você deve beber 2 litros de água diariamente. Isso é indispensável para conseguir evitar o inchaço. Uma dica bastante conhecida, mas que poucas pessoas a seguem, mesmo que seja muito eficiente para poder regular o organismo. Especialistas indicam os chás e a água.

  • Fracione a sua dieta

O ideal, é você não ficar sem comer por muito tempo. Tente fazer refeições com um baixo valor calórico, pouco volumosas, ao menos 6 vezes por dia.

  • Fuja dos alimentos que causam os gases

Evite ingerir muito refrigerante, pão, carne vermelha, feijão, salgadinhos, frituras e queijo. Embutidos como o salame, a linguiça, a salsicha e o presunto, podem causar também este desconforto.

  • Invista em alimentos naturalmente diuréticos e em fibras

Para regular seu intestino, opte por alimentos ricos em fibras, isso é ideal para não inchar a barriga. Por exemplo: legumes, cereais, verduras, arroz, pães integrais, frutas e carnes magras. Todos estes itens devem fazer parte do seu cardápio.

E o alimentos diuréticos ajudam bastante também. Eles reduzem a retenção do líquido e o inchaço. Invista na erva doce, chás, melancia, suco de limão, abóbora, cenoura, morango, agrião, berinjela, beterraba, salsinha, pepino, repolho, escarola, tomate, hortelã e no broto de feijão.

  • Postura

Este fator é muito importante, manter a postura corporal. Alguns pacientes necessitam de alongamentos para perder a barriga. E manter a sua coluna ereta, mesmo que este seja o básico a ser feito, pode ser muito eficiente, e também acabar com barriguinha saliente. No início pode haver um certo desconforto, pela má postura que você vem tendo, mas com o tempo você nem perceberá e sua coluna estará da forma correta.

  • Mexa-se!

Caminhe, nade ou corra por uns 40 minutos pelo menos.

Pratique exercícios todos os dias.

O ideal é praticar algum exercício aeróbico, para seu organismo manter um bom funcionamento e a barriga desinchar.

Nos conte sua opinião!

x'