Esteroides anabolizantes – Benefícios, Como tomar, Efeitos colaterais esteroides anabólizantes - Esteroides anabolizantes Benefi  cios Como tomar Efeitos colaterais 860x538 - Esteroides anabolizantes – Benefícios, Como tomar, Efeitos colaterais

Esteroides anabolizantes – Benefícios, Como tomar, Efeitos colaterais

Print Friendly, PDF & Email esteroides anabólizantes - printfriendly pdf email button md - Esteroides anabolizantes – Benefícios, Como tomar, Efeitos colaterais
Esteroides anabolizantes – Benefícios, Como tomar, Efeitos colaterais
5 (100%) 1 voto

Efeitos dos esteróides anabolizantes

Os esteróides anabolizantes tem a capacidade de afetar o corpo e alterar o processo da formação dos músculos. O segredo para a formação dos músculos é o reparo muscular e a  síntese proteica. O músculo esquelético possui diversas cadeias fibrosas que tem feixes com muitas fibras que formam o músculo em si e contém muitas proteínas.

Quando você pratica um exercício pesado, ocorre a danificação da estrutura, desta forma acabam surgindo microfissuras nas fibras musculares. Nosso corpo é capaz de reparar os danos de forma natural recompondo todas as fibras que foram rompidas, e como resultado, temos um músculo maior e ainda mais forte que antes. A cada sessão de exercícios você adquire mais velocidade, força e volume. Os reparos ocorrem bem mais rápido quando se usa os esteróides anabolizantes.

Quando se exercita, uma pessoa normal acaba sofrendo de rupturas musculares, desta forma ela precisa de em média 48 horas para a recuperação dos músculos. Os esteróides anabolizantes acabam acelerando o processo, desta forma leva 24 horas, e não 48 horas. Assim, a pessoa consegue praticar exercícios com mais frequência, maior intensidade e se recupera mais rápido. A pessoa desenvolve músculos maiores do que naturalmente.

Esteróides anabolizantes e seus benefícios

  • Possuem a capacidade de aumentar a força da contratilidade de células musculares, por meio do armazenamento maior do fósforo creatina, que auxilia a repor o ATP, que é a fonte essencial da energia no músculo, quanto maior for a quantidade do fósforo creatina que o músculo armazena, mais denso e forte ele será.
  • A retenção do glicogênio aumenta, e é uma substância que se deriva da quebra dos carboidratos. Quando o estoque do ATP se esgota, o glicogênio é que mantém o suprimento da energia se o esforço se prolongar. Quando ocorre o aumento da retenção do glicogênio, ocorre o aumento do volume da massa muscular.
  • Favorece a captação dos aminoácidos através das células musculares.
  • A síntese da proteína é aumentada, o que proporciona um balanço calórico melhor e mais positivo. Por causa disso, as pessoas que usam essas substâncias consomem uma quantidade maior de proteínas do que as outras.
  • Ocorre o bloqueio do hormônio cortisol, que é liberado pelo estresse e depois de treinos intensos, ele é antagônico a testosterona, também é responsável por impedir que o músculo cresça, logo, quanto mais cortisol, menor será o desenvolvimento muscular.

Esteróides anabolizantes e suas consequências

Os esteróides anabolizantes se tornaram uma febre entre pessoas que praticam atividades físicas diariamente e que buscam um corpo mais forte. Há tempos atrás, os homens sempre buscavam algum produto que tivesse como finalidade aumentar os braços, e torná-los mais musculosos. Hoje em dia, as mulheres se arriscam usando estes produtos também.

As mulheres desejam um corpo torneado, com o bumbum e as pernas mais enrijecidos e com os braços mais firmes. Mas, a maioria delas acabam consumindo remédios sem procedência confiável. Neste caso, as consequências são negativas.

Esteróides anabolizantes por via oral

A maioria das pessoas não consideram escolher da melhor maneira o ergogênico hormonal, porém, os anabolizantes na forma de comprimidos são um tipo entre várias outras categorias de anabolizantes. O segredo é conseguir mesclar uma quantidade maior dos resultados, com pequenos danos ao organismo. E sabemos que cada organismo reage de uma forma, e não tem um esteróide anabolizante universal. Por causa disso, o importante é entender como os anabolizantes em comprimidos funcionam, chamados também de esteróides anabolizantes orais. Os seus riscos e seus efeitos colaterais, os níveis de toxicidade são ideais para que seja feito o uso responsável do suplemento hormonal.

Esteróides anabolizantes e suplementos alimentares

Os esteróides anabolizantes são formados por hormônios, e eles interferem na formação muscular, isso o faz ser utilizado de maneira incorreta, entretanto, ele é indicado em casos de prevenção e para tratar problemas de crescimento ou associados ao hormônio da testosterona.

Os suplementos alimentares possuem características parecidas com alimentos que ajudam a tratar doenças, como também para preveni-las. Quando ocorre a falta do apetite ou uma alimentação inadequada, pode ser corrigido com estes produtos.

Esteróides anabolizantes e seus riscos para a saúde

  • Redução do HDL, colesterol bom
  • Aumento do LDL, colesterol ruim, que é o maior causador de infarto
  • Elevação dos triglicerídeos
  • Elevação da frequência cardíaca
  • Distúrbios da coagulação do sangue

Esteroides anabolizantes emagrecedores

Não é possível afirmar que exista algum esteróide anabolizante que seja exclusivamente para o emagrecimento, até então. De uma forma indireta, a maioria deles ajudam a reduzir a gordura corporal, aumentando a massa muscular. Existem dois segmentos, o primeiro é que existe uma relação entre a gordura corporal e a massa muscular, e quando este percentual de massa é aumentado e o da gordura continua, logicamente a relação entre eles é a redução da gordura. Segundo, é que por meio da elevação da massa muscular se consegue aumentar o metabolismo. Isto acontece porque o tecido muscular acaba consumindo mais energia, e assim a tendência é gastar mais para a sua manutenção.

Os exercícios em conjunto com uma dieta balanceada, podem causar a diminuição da gordura corporal. Durante a adolescência a tendência é aumentar o metabolismo, exatamente pelo crescimento da testosterona, pois ela não é contínua por toda a vida. E o metabolismo tende a diminuir suas atividades conforme os anos passam.

Esteróides anabolizantes e suas aplicaçőes na medicina

As utilizações dos esteróides anabolizantes na medicina são diversos, eles podem ser indicados para uso de tratamentos terapêuticos, para melhoria em atividades físicas ou outras indicações específicas do seu médico.

Esteróides anabolizantes efeitos no corpo

Os efeitos no organismo, consistem em aumentar os ossos e os músculos, e por causa disso quem pratica atividades físicas utilizam os esteróides anabolizantes, especialmente para fins estéticos ou para aumentar a massa muscular.

Mas, os esteróides anabolizantes possuem diversos efeitos colaterais como infarto ou arritmias, e o ideal é usar o produto em casos onde haja a necessidade da reposição de hormônios.

Esteróides anabolizantes e os jovens

  • Maturação óssea acelerada
  • Desenvolvimento sexual precoce
  • Crescimento comprometido
  • Aumento da duração e frequência das ereções
  • Desenvolvimento de características sexuais secundárias, a hipervirilização
  • Aumento de pelos púbicos e no corpo
  • Rápido crescimento de barba
  • Crescimento de falo, que é a megalofalia ou hipergonadismo

Esteróides anabolizantes – educação física

A associação entre o treinamento físico e os esteróides anabolizantes tem a capacidade de produzir as alterações na performance dos atletas. A partir de 1960, o uso das drogas se difundiu no meio esportivo, ao entrar na lista das substâncias proibidas pelo COI, Comitê Olímpico Internacional. Por volta de 1970, foi iniciado teste antidopagem para esteróides anabolizantes.

O caso mais famoso, foi o de um atleta que foi flagrado num exame antidoping que aconteceu nos Jogos Olímpicos em Seul, por volta de 1988. O corredor Ben Johnson acabou sendo eliminado da competição, ele perdeu a medalha de ouro que conquistou.

Posteriormente, os esteróides anabolizantes foram difundidos. Eles deixaram de ser exclusivos no mundo esportivo de rendimento e começaram a ser utilizados por pessoas que praticavam atividades físicas recreativas e por quem frequenta academia, pessoas interessadas em efeitos estéticos que a droga pode proporcionar quando aliada ao treinamento.

Ainda que os esteróides anabolizantes sejam substâncias ilícitas e causadoras de vários efeitos colaterais, existem atletas que o usam para conseguir certo benefício nas competições. Isso acontece pois quase todo o tecido do organismo tem receptores de hormônios androgênicos. Um bom exemplo é que o esteróide anabolizante estimula a síntese e liberação de hemoglobina, o que aumenta a oferta do oxigênio nos tecidos, e como consequência melhora o rendimento desportivo.

Esteróides anabolizantes efeitos colaterais em homens

  • Alterações de humor e comportamentais
  • Euforia. Podendo estimular vandalismo, crime e violência
  • Aumento da pressão arterial
  • Alteração no sistema muscular, cérebro e sistema nervoso
  • Depressão, manifestada depois da euforia ao aparecer paranóia e desilusão
  • Redução da testosterona
  • Atrofia do pênis e testículos
  • Alterações cardiovasculares, aumentando a chance de infarto e parada cardíaca
  • Redução da libido e do desejo sexual
  • Impotência e disfunções sexuais
  • No fígado: cirrose, câncer e hepatite
  • Oligospermia, que é a redução de em média 60% da produção de esperma
  • Câncer nos testículos, fígado, próstata e rins
  • Obstrução da vesícula biliar

Esteróides anabolizantes efeitos colaterais

  • Redução da produção de testosterona
  • Piora o colesterol
  • Ocorre danos ao fígado
  • Ginecomastia
  • Virilização
  • Exacerbar problemas psicológicos
  • Pressão alta
  • Problemas nos rins
  • Aumenta a porcentagem do hematócrito
  • Interrompe o crescimento durante a adolescência

Esteróides anabolizantes efeitos no organismo

Os anabolizantes podem ser injetáveis ou por via oral. Eles entram na corrente sanguínea e correm pelo organismo, penetrando em células diferentes, como no fígado, músculos e coração. Depois da invasão, os esteróides anabolizantes agem diretamente no citoplasma, região da célula, o que faz o líquido presente próximo a célula entrar nela e fazê-la inchar.

Com as mudanças que ocorrem, as células acabam ficando aceleradas, assim os músculos crescem mais rápido. Elas aumentam o tamanho e dão a impressão dos músculos serem maiores. Até certo ponto, os músculos aguentam o inchaço, porém os tendões não aguentam, e como eles são mais rígidos, não toleram o crescimento rápido do músculo podendo se romper.

Referências:

Nos conte sua opinião!

x'