DMAA funciona? É seguro? Para que serve?

Home | Suplementos | DMAA funciona? É seguro? Para que serve?
DMAA funciona? É seguro? Para que serve?  - dmaa - DMAA funciona? É seguro? Para que serve?
Print Friendly, PDF & Email  - printfriendly pdf email button md - DMAA funciona? É seguro? Para que serve?
dmaa funciona? É seguro? Para que serve?
5 (100%) 1 voto

dmaa, também conhecido como 1,3-dimetilamilamina, metilhexanamina ou extrato de gerânio, é um ingrediente encontrado ilegalmente em alguns suplementos dietéticos e, muitas vezes, considerado como um estimulante “natural”. dmaa, especialmente em combinação com outros ingredientes como a cafeína, pode ser um risco para a saúde dos consumidores. A ingestão de dmaa pode elevar a pressão arterial e levar a problemas cardiovasculares que vão desde falta de ar e aperto no tórax até o ataque cardíaco. Os suplementos dietéticos contendo dmaa são ilegais e a FDA está fazendo tudo dentro da sua autoridade para remover esses produtos do mercado. Em 2012, a FDA emitiu cartas de advertência para as empresas que lhes notificaram que os produtos com DMAA precisam ser retirados do mercado ou reformulados para remover essa substância. A maioria das empresas avisadas já não distribui produtos com DMAA. Enquanto a FDA está 31trabalhando para tirar esses produtos do mercado, os consumidores não devem comprar ou usar qualquer suplemento dietético contendo DMAA.

O que é DMAA

A 1,3-dimetilamilamina é um composto (também chamado de Metilhexanamina ou DMAA) que às vezes é confundido e chamado de Gerânio ou Geranamina. Porém o DMAA não tem nada a ver com esta planta. Uma pesquisa comprovou que uma substância relacionada entre elas aparece apenas em uma variedade de gerânio – Pelargonium – e apenas em quantidades realmente significativas. Grandes quantidades de gerânio irão garantir mais energia, mas isso ocorre graças a presença do metil xantenos (ou seja, teofilina e similares, encontrados, por exemplo, em chá ou cacau). DMAA não tem nada em comum com os suplementos de plantas e o fato de detectar vestígios de geranamina na variação chinesa desta planta tem sido usado para criar legalmente um derivado de anfetamina, que é DMAA. A única diferença é a falta de anel aromático e o fato de que não aparecem seus enantiômeros.

DMAA está presente em alguns suplementos, pois o gerânio é uma substância com menor influência no sistema nervoso central do que a anfetaminas, mas também tem menor influência no sistema nervoso periférico do que a efedrina. Pode-se dizer que está em algum lugar entre essas duas substâncias. Em outras palavras: os efeitos subjetivos têm um caráter mais central do que periférico, o que resulta em um efeito de estimulação mais agradável. Em vista da sua estreita relação com a anfetamina, ela dá os mesmos metabólitos e, nos testes de urina, mostrará a ingestão de anfetaminas. Por estes motivos, no ano de 2010, a DMAA foi qualificada pela WADA como uma substância dopante e foi excluída do uso do esporte competitivo. Desde 2012, os suplementos contendo geranamina começaram a ser retirados do mercado americano e dos EUA. Hoje, pode-se comprar lipodrene no mercado negro ou em lojas de nichos, que não foram informados à Inspecção Sanitária de saúde (ANVISA).

dmaa - produtos  - dmaa produtos - DMAA funciona? É seguro? Para que serve?

DMAA é natural?

Não, ela é uma substância comercializada como um estimulante natural na nutrição e suplementos esportivos, porém foi comprovado que ela é inteiramente sintética, de acordo com os pesquisadores.

A análise química de 1,3-dimetilamilamina (DMAA) a partir de suplementos encontrou-se indistinguível a partir de duas versões sintéticas conhecidas do composto. Supostamente derivado de plantas de gerânio, DMAA não apareceu em análises de extratos de oito tipos diferentes de gerânio.

“Parece improvável que o DMAA em suplementos se origina de fontes naturais, como os óleos de gerânio, por três razões”, Daniel W. Armstrong, PhD, da Universidade do Texas em Arlington, e os co-autores escreveram em conclusão em um artigo publicado Online em Drug Testing and Analysis.

“O DMAA extraído destes produtos de suplemento apresentou razões diastereoméricas que não eram distinguíveis dos padrões DMAA sintéticos. Todos eles são racêmicos. Nenhum DMAA foi detectado em um nível ≥ 10 partes por bilhão (ppb) em qualquer uma das oito amostras de óleo de gerânio”.

Como funciona o DMAA?

A atividade DMA está estritamente relacionada à sua construção. A metilhexanamina é uma amina alifática com 7 átomos de carbono e uma estrutura de cadeia simples. Na posição de carbono alfa, existe um grupo metilo ligado, o que permite que o composto funcione como inibidores da recaptação da catecolamina, especialmente a norepinefrina. Além disso, este grupo acelera a penetração do sistema nervoso central através deste composto. A inibição da recaptação de norepinefrina consiste em perturbar a atividade desse transportador de substâncias, como resultado do qual a acumulação extracelular de norepinefrina é aumentada.

Os medicamentos desta categoria são usados ​​para tratar, por exemplo, narcolepsia. O potencial viciante de tais agentes é escasso, devido à falta de influência sobre a dopamina e pelo mesmo sistema token-reward. Uma atividade relacionada de norepinefrina e recaptação de dopamina pode ser encontrada em medicamentos como, por exemplo, Medikinet com metilfenidato, como ingrediente ativo.

Resumindo, usando DMAA, simplesmente obtemos os efeitos do aumento da quantidade de norepinefrina em nosso corpo. Haverá o aumento da termogênese (pela influência no tecido adiposo marrom), o aumento da pressão arterial (pelo estreitamento dos vasos sanguíneos), no entanto, o que vale a pena notar é a falta de influência no aumento da freqüência cardíaca. Também aumentará a lipólise, o que foi comprovado no estudo com o uso de DMAA.

A influência no desempenho desportivo é questionável, à luz da pesquisa. No entanto, há apenas um estudo realizado nesse ângulo. Não foi comprovada nenhuma melhora no tempo de execução de 10 km, no entanto, a lipólise intensificada foi comprovada e um humor ligeiramente melhorado para o grupo placebo (30 g de carbo e cafeína).

Parece, no entanto, que, em caso de treinamento de força, cada forma de estimulação pode permitir um treinamento mais efetivo. Eu deixaria a avaliação como subjetiva. O estímulo diminuirá a fadiga e ajudará a completar o treino no ginásio no horário designado e com uma atitude melhor, o que não tem sentido.

DMAA para queimar gordura. queimador de gordura.

A substância DMAA em si não fará você perder gordura, mas aliar ela com diversos exercícios irá fazer com que você perca mais peso do que normalmente conseguiria apenas com alimentação e atividades físicas.

Efeitos colaterais do DMAA

Embora o consumo de 1,3-dimetilamilamina leve a um grande aumento nos níveis de energia, alguns usuários relatam uma queda rápida subseqüente ou “colisão” nesses níveis de energia algumas horas após sua utilização. Junto com a queda nos níveis de energia, o acidente também pode levar a uma mudança de humor.

A FDA (Food and Drug Administration) adverte os consumidores sobre a variedade de potenciais efeitos colaterais causados ​​pelo uso de produtos à base de DMAA. De acordo com a FDA, a vasoconstrição ou o estreitamento dos vasos sanguíneos causados ​​pela 1,3-dimetilamilamina pode levar a problemas cardiovasculares como ataque cardíaco, convulsões, falta de ar e aperto no tórax.

Outros efeitos adversos potenciais, de acordo com a FDA, podem incluir arritmias, condições neurológicas, distúrbios psiquiátricos, distúrbios do sistema nervoso e, em certos casos extremos, mesmo a morte.

No entanto, deve notar-se que a pesquisa sugere que muitos dos resultados adversos associados ao uso de produtos à base de DMAA são simplesmente devidos ao uso excessivo do produto. Estes efeitos podem ser evitados aderindo ao intervalo de dosagem regular de cerca de 25 a 75 mg por vez.

Para evitar alguns dos efeitos colaterais de produtos à base de DMAA, bodybuilders e pessoas que praticam atividades físicas devem sempre optar por alimentos com alto teor de proteína.

Outros efeitos colaterais do DMAA incluem:

  • hipertensão;
  • Mal estar;
  • Queda nos níveis de energia;
  • Intoxicação do fígado;
  • Dores de cabeça;
  • Taquicardia;
  • Danos ao sistema cardiovascular;
  • Crises convulsivas;
  • Alterações no sistema nervoso (ansiedade, crises de pânico, nervosismo);
  • Insônia;
  • Hemorragia cerebral ou AVC.

Quem pode tomar o suplementos com DMAA?

Qualquer pessoa saudável e que não possui nenhuma doença pode fazer o uso de DMAA, embora não seja recomendado.

Quem não pode tomar suplementos com DMAA?

Pessoas que estão tomando outros medicamentos devem consultar um médico antes de fazer o uso de qualquer tipo de suplemento que contenha DMAA em sua fórmula.

Mulheres também devem evitar o uso desse suplemento.

Somente pessoas maiores de 18 anos podem fazer o uso dessa substância, embora não seja recomendo.

dmaa  - dmaa 2 - DMAA funciona? É seguro? Para que serve?

Benefícios do DMAA

Com base em algumas das reivindicações feitas pelos fabricantes de produtos à base de DMAA ou suplementos, a 1,3-dimetilamilamina pode ser servir principalmente como um estimulante do sistema nervoso central. Os benefícios potenciais desses produtos estão principalmente relacionados ao aprimoramento da capacidade cognitiva.

Em termos simples, o uso de 1,3-dimetilamilamina pode levar a um aumento da energia e do foco. É devido a esses supostos benefícios que muitos estudantes e profissionais usam produtos DMAA para sentidos elevados e um aumento no foco.

Uma vez que os produtos à base de DMAA podem levar a uma liberação de dopamina, eles também podem fazer você ter uma sensação de euforia temporária. Isso inclui um humor melhorado e um sentimento geral de felicidade.

Alguns bodybuilders e atletas de musculação também usam suplementos de 1,3-dimetilamilamina. As funções de liberação de energia dos produtos DMAA são muito eficazes antes do treino. A capacidade cognitiva aprimorada, além da força aumentada, pode fornecer um foco e motivação adicionais.

O foco e energia aprimorados podem aumentar ainda mais a tolerância à dor e melhorar a resistência. Isso oferece suporte valioso durante sessões intensas de treino.

Algumas pesquisas sugerem que o uso de 1,3-dimetilamilamina pode causar vasoconstrição. Isso significa que os vasos sanguíneos são constringidos para aumentar a pressão arterial. Isso ocorre sem um aumento correspondente na freqüência cardíaca.

O aumento da pressão arterial pode estimular o crescimento muscular em níveis de intensidade mais baixos. Mas o nível de aumento da pressão arterial depende da dosagem.

Pré-treino mais poderoso (DMAA)

DMAA aumenta o foco mental e motivação e diminui o esforço percebido de um treino, o que pode ajudá-lo a treinar mais. Além disso, é certamente um supressor de apetite eficaz e tem efeitos termogênicos modestos, que é certamente um ganho se você estiver tentando reduzir o excesso de peso.

Produtos que contém DMAA

Existem muitos produtos que são conhecidos por conter DMAA em sua fórmula, entre eles estão:

 

dmaa - produtos  - dmaa produtos 2 - DMAA funciona? É seguro? Para que serve?

 

Nos conte sua opinião!

x'