Aprenda a tomar Glutamina para aumentar os músculos de forma rápida glutamina - Aprenda a tomar Glutamina para aumentar os m  sculos de forma r  pida 860x358 - Aprenda a tomar Glutamina para aumentar os músculos de forma rápida

Aprenda a tomar Glutamina para aumentar os músculos de forma rápida

Print Friendly, PDF & Email glutamina - printfriendly pdf email button md - Aprenda a tomar Glutamina para aumentar os músculos de forma rápida
Aprenda a tomar glutamina para aumentar os músculos de forma rápida
5 (100%) 1 voto

Você já ouviu falar de aminoácidos e já sabe da importância que eles têm na nossa vida para várias funções, para os fitness de plantão não há dúvidas de que uma gama deles é importante para ganhar músculos ou evitar fadiga muscular, mas não é só para isso que eles servem. Segura essa shake e esse peso aí e presta atenção porque vamos falar da glutamina, um aminoácido que vai muito além de te fazer ficar monstro.

A poderosa Glutamina

A glutamina é um aminoácido condicionalmente essencial, isso quer dizer que nosso corpo é capaz de produzir, mas em situações em que há uma grande demanda como em doenças, cirurgias de grande porte e exercícios físicos de alta intensidade, precisamos adquiri-lo pela alimentação ou então é preciso fazer suplementação.

Ela se encaixa também na categoria de aminoácido não essencial, porque pode ser produzida pelo organismo em condições normais de saúde.

Glutamina, um aminoácido para o sistema imune funcionar bem

A glutamina está em circulação livre e é o aminoácido em quantidade mais abundante nos músculos e no plasma sanguíneo, é utilizada para produzir energia pelas células que se dividem rapidamente como os enterócitos(células do intestino)  os linfócitos, neutrófilos e outras do sistema imunológico , por isso é fundamental para abastecer as defesas do organismo e por consequência nos livrar de doenças.Ela é produzida no fígado, rins e fígado.

Este aminoácido é utilizado na forma de suplemento em alguns casos de pessoas com doenças que afetam o sistema imunológico como câncer e AIDS e em situações que a produção endógena seja insuficiente para atender as necessidades, mas mesmo nestes casos cabem algumas ressalvas que serão discutidas mais adiante.

Há estudos também que comprovam que em atividades físicas intensas há indicação de suplementação da glutamina para atletas, pois facilita a síntese proteica e atua na síntese de glicogênio o que vai ajudar na performance esportiva, além é claro de que o sistema imune destes indivíduos fica comprometido devido ao estresse dos exercícios e precisam de um reforço.

Quer saber mais sobre a glutamina? Vem comigo…

Benefícios da glutamina e funções

Uma das importantes funções da glutamina é atuar servindo de substrato para produzir energia para células no intestino( enterócitos) que servem de barreira para defender a nossa microbiota(flora intestinal) do ataque de patógenos como bactérias nocivas que podem alcançar a corrente sanguínea e causar doenças.

Estando com as células de defesa do intestino protegidas é possível evitar a disbiose intestinal ( aumento das bactérias nocivas e diminuição das bactérias benéficas do intestino) que por consequência evitará a má digestão, má absorção de nutrientes, mal funcionamento do intestino com constipação ou diarreia, enjoos, náuseas, etc.

A glutamina também serve de substrato energético para os linfócitos(glóbulos brancos) que atacam invasores como vírus, bactérias e células malignas nos livrando de doenças infecciosas e formação de tumores.

Atua na síntese de energia para a produção dos macrófagos, que são responsáveis pela fagocitose(ingestão ou destruição) de agentes nocivos e tecidos com necrose, sendo importantes na defesa de processos infecciosos.

Glutamina nos exercícios físicos

A glutamina evita a proteólise(degradação das proteínas) e participa intensamente da produção de glicogênio(polissacarídeo que serve de reserva energética), tendo efeito nas atividades físicas intensas, ela também diminui os níveis de ácido lático produzido durante a prática de exercícios físicos que gera fadiga e dor, sendo assim estas ações da glutamina potencializam a performance dos atletas e evitam também lesões causadas por tensões musculares.

Quando há um bom nível de glutamina durante treinos e provas intensos, diminuirá o cortisol que além de ser o hormônio do estresse é também catabólico( degradação de proteínas), permitindo o metabolismo adequado das proteínas e a preservação da massa muscular.

Glutamina para produção da glutationa

A glutamina é precursora para produção da glutationa, uma importante proteína que tem funções antioxidantes, além das ações anti inflamatórias e desintoxicantes.

Em casos de doenças a suplementação de glutamina é recomendada para que não haja comprometimento na produção desta proteína que protege nosso organismo do estresse oxidativo e de infecções graves.

Glutamina para o controle da glicose em diabetes tipo 2

Estudos recentes realizados mostraram que houve uma diminuição da glicose pós prandial (após a refeição) em voluntários que ingeriram a glutamina 2 horas antes da refeição.

Glutamina para pacientes em tratamento do câncer

Para estes pacientes irá depender do estado nutricional de cada um, será indicada a suplementação em casos de desnutrição grave, perda de massa magra acentuada ou grande perda de peso em um curto espaço de tempo.

Os estudos são controversos, pois alguns demonstram melhora nos efeitos colaterais como nas mucosites(inflamação da mucosa) na boca e alguns tiveram melhora em casos de diarreia, mas em outros não foram observados benefícios algum.

Há ainda a polêmica de que a glutamina é utilizada por células que se dividem rapidamente e por essa razão poderia multiplicar células cancerígenas, mas também não há estudo que possam comprovar essa teoria.

Glutamina para pacientes com AIDS

Nestes casos a suplementação pode ser indicada para aqueles que estão com o sistema imune debilitado, para evitar catabolismo, ajudar a restabelecer a microbiota intestinal para melhorar a absorção de nutrientes e evitar quadros infecciosos causados por bactérias intestinais.

Glutamina para cirurgias de grande porte

Em casos de cirurgias como transplantes, a suplementação é indicada porque irá agir na regeneração dos tecidos, evitará o catabolismo e diminuirá o risco do paciente contrair infecção hospitalar.

Vale ressaltar que neste caso a suplementação é realizada no hospital e aplicada via endovenosa, pois geralmente já é incluída como obrigatória para a recuperação do paciente.

Alimentos ricos em glutamina

A glutamina pode ser encontrada tanto em fontes animais quanto vegetais, dentre elas estão:

carnes, peixes, frango, frutos do mar, ovos, leite, iogurte, queijos, feijão, ervilha, couve, arroz branco, aspargos, milho, etc.

Se você não está doente e não pratica atividade física de alta intensidade, a melhor maneira de garantir a produção da glutamina em alta é consumindo estes alimentos.

Suplemento L glutamina e glutamina peptídeo

Estes dois tipos de suplemento tem características de absorção diferentes.

A Lglutamina é o aminoácido livre, ou seja está sozinho na composição.

A glutamina peptídeo está ligada em outros aminoácidos e é melhor absorvida do que na forma livre.

Considerações finais sobre Glutamina

A glutamina é produzida pelo organismo e por esse motivo não deve ser suplementada por quem não está doente ou tem treinamento esportivo intenso.

Não há estudos que apontem efeitos colaterais da suplementação de glutamina, mas se esta não houver necessidade poderá diminuir drasticamente sua produção natural.

Como qualquer outro suplemento, este também só poderá ser indicado pelo médico ou nutricionista, pois uma dose além da que necessária pode trazer consequências, pois tata-se de um aminoácido que está em quantidade abundante na corrente sanguínea podendo acarretar problemas renais.

As necessidades de suplementação são individuais e as doses também, por isso não se deve usar a mesma indicação que outros estão usando.

Vale ressaltar que se não há necessidade de suplementação futuramente o excesso poderá comprometer o equilíbrio do organismo e afetar a saúde.

Só use suplementos se forem realmente necessários!

Fica a dica!

Marilucia Lima
Nutricionista

Nos conte sua opinião!

x'